Outras consequências do Katrina

Segundo um artigo da Enterprise IT Planet o furacão Katrina deverá servir também como um wak-up call para muitos responsáveis de ITs. Ainda hoje, depois de algumas semanas após a passagem do Katrina, existem técnicos a trabalhar a 200% para recuperar alguns Data Centers, enquanto outros – aqueles com soluções Disaster Recevoery, que migraram os sistemas para um local remoto antes da passagem do furacão – estão mais descansados planeando a reposição da infra-estrutura novamente para os Data Centers originais.
Este artigo foca alguns temas importantes que qualquer IT manager devará ter em atenção quando implementar uma solução Disaster Recovery. Aspectos como a necessidade de um planeamento cuidado, quando e onde é que a recuperação remota é activada e a criticidade de testes exaustivos deste tipo de solução como chave do sucesso são focados neste artigo.

Em Portugal existem algumas soluções Disaster Recovery implementadas nalgumas empresas, mas a minha pergunta é: “E se tivéssemos um furacão como o Rita ou Katrina em Lisboa?”, “As consequências desta força da natureza teriam que consequências?”, “Que empresas seriam afectadas e quais as consequências para o negócio?”. Rezemos para que nunca ocorra nada desta dimensão cá por estas terras lusas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *