beta-stage

Este será o primeiro post em beta-stage do blog. Poderão interrogar-se de “Que raio é este quer dizer com beta-stage?”. Simples! Nesta fase, ainda não disponível para o público, estou a tentar avaliar a viabilidade do projecto e para ver se eu consigo manter alguma cadência na inserção de posts com o mínimo de interesse.
Contava que isto ocupasse menos tempo, mas ter um blog minimamente interessante requer algo mais do que uns copy & pastes de alguns sites que visito. Decidi também tentar experimentar inserir algumas tags gráficas aos posts que o justifiquem para dar um aspecto menos diário e torná-lo mais visualmente apelativo.
Tentarei ao longo dos próximos dias (período ainda não definido) manter o blog como se estivesse acessível ao mundo, o mais actualizado possível, tentando ainda implementar algumas melhorias ao blog e acabar as páginas fixas.

And the winner is… equiX

Após ter instalado mais de 20 themes no servidor decidi para já usar o theme equiX de Marcos Sader. Estou neste momento a customizar o look do site e a “portuguesar” os textos.
Algumas das costumizações em curso:

  • Traduzir alguns termos em inglês;
  • Adicionar logotipo original (provisório);
  • Retirar o link para o Firefox e adiconar alguns butões retangulares a preto e branco;
  • Mover o Search do topo para de baixo do logo;
  • Colocar uns icons a preto e branco nos links permalink, trackback e comentários;
  • Mais alguns facelifts.

Primeiras impressões do WordPress

Após ter dado uma vista de olhos em alguns tecno/geek blogs e de ter comparado alguns CMS no OpenSourceCMS decidi instalar o WordPress no meu “Linux do armário” e estou a gostar bastante da experiencia.
Fácil de instalar, bastante simples de administrar, manter e actualizar.
Após vista de olhos nos themes default do WordPress decidi tentar esboçar um look mais customizado e ao meu gosto. Vamos lá ver como fica.

Já não sou virgem!

Sempre tive bastante relutância em ter o meu canto na Net. Já lá vão uns bons anos (talvez lá para 96 ou 97) desde a última vez que tive algo parecido com uma presença pessoal na Net. Desde então muita, mas muita coisa mudou por estas bandas cibernétcas e agora cá estou eu a tentar descobrir os encantos dos ‘ mui ‘ aclamados blogs.

Será que isto tem mesmo o encanto ploclamado?… aguardemos…