Blog como fonte exclusiva de rendimento?

Depois de uma conversa à uns tempos com o Rui Augusto (ex-colega meu e autor de vários blogs e sites) e de ler o seu artigo ‘Blogger a tempo inteiro‘ comecei a interrogar-me se em Portugal existiria mercado para que alguém consiga viver exclusivamente da publicidade dos seus websites.

Nos States é sabido que existem diversos milionários que tem como única fonte de rendimento os seus sites/blogs, mas por cá a realidade é bem diferente porque o nosso mercado é muito menor (pelo menos se escrevermos em Português). Para terem uma ideia de valores que poderão estar em jogo para o comum tuga, deixo aqui um excerto do artigo do Rui: …”posso dizer que com o Reviewme.com em Abril ganhei $105 e com o TLA $329“. Ora isso perfaz quase 450€ num mês e sei que ele deverá estar a fazer pelo menos o dobro desse valor com a soma das restantes “revenues” dos sites (Adsense, Aviva, Axandra, etc.) o que IMO já é um valor bastante interessante. Claro que valores destes são fruto de longos e longos meses de trabalho (o tuning.online.pt tem mais de 7 anos), muitas horas de dedicação e de uma boa PageRank.

E vocês que acham? Haverá já alguém em Portugal a ter como única fonte de rendimento um ou mais blogs pessoais ou de nicho de mercado?

PS- Quem for agora ao blog encontrará um banner da Google do lado direito. Não se assustem! Trata-se de uns testes que ando a fazer e o mais provável é que o blog volte ao estado “sem publicidade incluída” num futuro próximo. Talvez lá para 2023 fizesse os meus primeiros $100 de publicidade pela AdSense.

0 thoughts on “Blog como fonte exclusiva de rendimento?”

  1. Julgo que no mercado português ainda não tens possibilidade de ser blogger a tempo inteiro, por mais do que uma razão.

    1a. Não tens alternativas de publicidade para além do adsense do Google, que é uma fonte de rendimento muito fraquinha

    2a. O mercado de leitores portugueses ainda é muito pequeno. Um blog para Portugal não conseguirá facilmente visitantes na ordem das dezenas de milhar. Dúvido que haja muitos blogs com esses números.

    O que não impede que haja bloggers portugueses a tempo inteiro. O que acontece é que estes bloggers são-no não em Portugal, mas no Mundo. Blogam em inglês, como o próprio Rui Augusto. Se fores ver a maioria dos sites dele, encontras blogues escritos em inglês para um mercado Global.

  2. Pois João, realmente com a desvalorização do dólar sempre dá menos um pouco em euros, mas mesmo assim já quase que é o nosso salário mínimo 🙂

  3. Acho que a diferença entre alguém que está mais perto de ter futuro como blogger profissional e alguém que está mais longe disso passa por não escrever “escrever-mos” quando se pretende escrever “escrevermos”.

  4. Ok Sérgio, também sou da opinião que a escrever exclusivamente em português – se o objectivo é ganhar valores maiores do que 3 dígitos – é algo quase impossível, só se apostares no mercado brasileiro (sempre são mais do que 180 milhões). Mas será que um tuga a escrever em Inglês não conseguiria ganhar pelo menos uns 1.000 ou 2.000 euros mensais? Se temos um espanhol a escrever somente na sua língua natal que fez $250.000 em 1 ano talvez seja exequível

  5. 1- Obrigado pela correcção ortográfica. Reconheço que dou alguns erros e tentarei estar mais atento para a próxima;
    2- Não tenho qualquer pretensão de ser um blogger profissional e nem sequer fazer dinheiro com este blog;
    3- Para a próxima que me queiras corrigir podes deixar de lado o nick anónimo e usar uma identificação mais simpática.. fica-te melhor.

  6. Ohhh Hugo, ok tudo bem poderás não ganhar muitos $$$$ ou €€€€€ com o blog , mas com o serviço que ate vais prestando no teu blog quem sabe se não poderás te candidatar a um subsidio da união europeia 🙂
    Pelo o que tenho ouvido falar apenas necessitas dos conhecer as pessoas certas ai sim já deves poder ganhar uns €€€€€ porreiros 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *